André Teles

int_sergio

Laptopista e feicebuqueiro. Cursa bacharelado em composição musical na UNESP e participa do Estúdio PanAroma de Música Eletroacústica dirigido pelo compositor Flô Menezes. Nos shows, munido de seu laptop, costuma incomodar os técnicos de som e o público com seus ruídos e microfonias (além de mandar e-mails e entrar em sites de adulto). É técnico de som formado pelo IAV e sonoplasta formado pela Escola SP de Teatro. É contrabaixista (Migue, cuidado…) e também compositor de trilhas musicais para cinema e teatro tendo já realizado diversas composições para filmes como A Vida Com Efeito – dir. Eduardo Liron (2013), Metamorfoses de um Jornal – dir. Mirrah Iañez (2011), ET – O Extraterrestre – dir. Steven Spielberg (1982) e Se beber, não case 7 dir. Todd Phillips (2021).

Fernando Henna

int_fernando

Pianista, compositor, sound designer de cinema e quase fotógrafo. Tem uma fixação descontrolada por mulheres que tocam os prelúdios de Debussy de lingerie. Estudou piano no Conservatório de Tatuí e no Instituto de Artes da UNICAMP. Teve aulas de piano, música contemporânea e estética com Sérgio Villafranca e estudou acordeon com Toninho Ferragutti. Gosta de correr e é defensor das bicicletas. No cinema, trabalhou com Hector Babenco, Cacá Diegues, Bruno Barreto e Walter Carvalho. Participou de mais de 40 filmes como sound designer e foi premiado em importantes festivais de cinema. Na área da fotografia, nunca ganhou nenhum prêmio, elogio, nem apoio de familiares e amigos. Espera, entretanto, que esta injustiça seja corrigida e que o reconhecimento venha num futuro próximo. É formado em Comunicação Social pela ESPM.

Ivan Ferreira

int_ivan

Fagotista. Formou-se no curso de bacharelado em pagode do Departamento de Música da ECA-USP sob a orientação do professor Fábio Cury. É o primeiro pagodeiro da Orquestra de Câmara da USP (OCAM) sob a regência dos maestros Gil Jardim, Aylton Escobar, Arlindo Cruz e Sombrinha. Participou de importantes festivais como bolsista: Festival de Inverno de Campos do Jordão, Festival de Música de Londrina e Festival de Pagodeiros da Baixada Santista onde teve aulas (master classes) com Netinho, Belo e Jorge Aragão. Já atuou como músico efetivo e convidado de importantes orquestras brasileiras como a Orquestra Sinfônica Municipal de Campinas e Orquestra Jazz Sinfônica. Também atuou em diversas cervejadas e churrascos. É Mestre pela UFRJ sob a orientação do fagotista Aloysio Fagerlande. É sócio-torcedor de um dos principais times do futebol mundial, o XV de Jaú. Prefere Château Margaux.

Leandro Lui

int_migueBaterista e percussionista. Pós-Graduado em Música Popular (FACCAMP), Bacharel em Música (Bateria – FAAM), iniciou seus estudos musicais na Fundação das Artes de São Caetano. Na vida pública, caiu no poço em 1976 e foi notícia do jornal Notícias Populares, tomou banho de tanque e enfiou o dedo na toma 220V, se acidentou com um triciclo e ganhou 13 pontos no queixo, caiu do 3o andar de uma construção e quebrou alguns tijolos com o mesmo queixo, entrou dentro do Bar do Bosco com uma moto, se jogou da bicicleta Brandani do Nê em alta velocidade por estar sem freio; ficou preso na tubulação do esgoto tentando resgatar um chinelo, se jogou de cima de um Trio Elétrico por este estar estourando fios de alta tensão, voou da moto por cima de alguns carros em plena 23 de maio e não sabe como, continua vivo sem nunca ter quebrado um osso. Manteve por 5 anos o trio de Baterias Trincadicabum que ensaiava toda semana as 6h da matina tendo em seu repertório cover da Madonna, do Elvis e do Magal, do Bruno e do Marrone, do Mamonas do Ramones, da Sandy do Sepultura do Caetano e Raulzito, mas nunca fez o seu tipo. Já se apresentou com a Orquestra Jazz Sinfônica do Estado de São Paulo, Banda Sinfônica do Estado de São Paulo, Orquestra Sinfônica Municipal de São Paulo, Orquestra Sinfônica Municipal de Campinas, Orquestra de Ópera do Theatro São Pedro, entre muitas outras excelentes orquestras até encerrar a sua carreira de forma deprimente na orquestra Filarmônica de Pasárgada. Além disso, é percussionista da Orquestra Sinfônica de Santo André.

Marcelo Segreto

int_marcelo

Compositor, cantor e violinista que toca violão. É formado em letras pela FFLCH-USP e em música (composição) pela ECA-USP onde foi aluno de Aylton Escobar. É formado em violão erudito na ULM com o prof. Everton Gloeden e estudou violoncelo na Escola Municipal de Música com Fábio Presgrave e Kirill Bogatyrev. Desistiu do violoncelo e agora está precisando vender o instrumento. Aceita cheque e parcela em até quatro vezes (com juros). Caso haja interesse, favor entrar em contato. Realizou mestrado sobre o rap na FFLCH-USP sob a orientação do Prof. Dr. Luiz Tatit e atualmente cursa doutorado pra ver se toma jeito na vida. É fã de funk carioca e seguidor de MC Catra.

Migue Antar

int_gabrielContrabaixista e corintiano. Nascido no Paraguai, naturalizado pasargadense. Iniciou seus estudos no Ateneo Paraguaio onde concluiu o curso profissional de educação musical. Estudou contrabaixo no Instituto de Música e Arte de Assunção. É vegetariano, mas não resiste a uma chuleta bovina bem gordurosa. Em 2007, ingressou no curso de música (contrabaixo) da ECA-USP. Sonha em comprar uma kombi e depois buscar o seu contrabaixo acústico que está no Paraguai. Tem muitas saudades do seu contrabaixo acústico. É membro da Orquestra Errante, grupo experimental da ECA que se dedica à prática da improvisação livre e cujo projeto está ligado à pesquisa desenvolvida pelo compositor e professor Rogério Costa. Nunca ganhou uma Libertadores*.

 

Paula Mirhan

int_paula

Cantora e atriz. Formada em artes cênicas pela UNICAMP e em canto popular pela ULM. Foi aluna de Regina Machado e Ana Luiza. Em 1990, quando era pequena e morava no pantanal, tinha uma vaca de estimação chamada Leiloca. Em 2005, ganhou o prêmio de melhor intérprete do I Festival de Música Popular da ULM. Em 2008, lançou o CD Amanhecer em parceria com o compositor Wagner Barbosa. Devido o encontro do /r/ com o /h/ na grafia do seu sobrenome, já foi chamada de Paula Míriam, Paula Mirrá, Paula Míchan, Paula Mirna, entre outras variações exóticas. Em 2011, ao lado do cantor e compositor Demetrius Lulo, gravou o CD Café da Tarde. É atriz da Cia. Les Commediens Tropicales.

Renata Garcia

int_maria

Clarinetista e claronista (oi?). Formada em clarinete pela EMESP (antiga ULM, que saudade…) onde iniciou seus estudos musicais com nove anos de idade, quando tinha o mesmo tamanho do seu clarinete. Cresceu e formou-se em música (bacharelado em clarinete) pela ECA-USP onde foi aluna do grandioso professor Montanha.  Sonha em comprar um clarone importado (o nacional é osso…). Pensou em praticar contrabando internacional, mas aconselhada por amigos desistiu de cometer a contravenção. É professora de clarinete na Associação Filantrópica “Criança Feliz”. Foi clarinetista da Orquestra de Câmara da USP – OCAM (2010-2011) e da Banda Sinfônica Jovem do Estado de São Paulo. Aceita doações para a compra do seu clarone. As doações podem ser feitas diretamente em sua conta (Banco de Pasárgada ag. 2472 cc. 3627-9), pois fazer crowdfunding já está fora de moda.

 

*o web designer que atualiza esse site é são-paulino